Search

Menu

Vertical Menu

Jarbas Comput@adores. Tecnologia do Blogger.

Archive

Me siga no Twiter

Me siga no Twiter
Sigo de volta @Radio_Tatuape
terça-feira, 25 de novembro de 2008

Economizando Energia no seu PC

O Sistema Operacional Windows possue um recurso para economizar energia, que a partir da versão para o WIndows 98, é instalado como padrão. Este recurso permite que o windows controle o desligamento do Monitor e dos discos rígidos, após um determinado tempo de inatividade (não ter sido digitado nada no teclado ou o mouse ter sido movimentado). Este recurso incialmente destinava-se aos computadores portáteis (notebooks e Laptops), para economia da bateria, mas pode agora ser aplicado a todos os computadores. Abra o Painel de Controle e procure pelo Ícone do Gerenciamento de Energia, mostrado abaixo: Após dar um duplo clique no ícone a seguinte janela de diálogo aparecerá: Economizando Energia no seu PC O que é O Sistema Operacional Windows possue um recurso para economizar energia, que a partir da versão para o WIndows 98, é instalado como padrão. Este recurso permite que o windows controle o desligamento do Monitor e dos discos rígidos, após um determinado tempo de inatividade (não ter sido digitado nada no teclado ou o mouse ter sido movimentado). Este recurso incialmente destinava-se aos computadores portáteis (notebooks e Laptops), para economia da bateria, mas pode agora ser aplicado a todos os computadores. Como usar? Abra o Painel de Controle e procure pelo Ícone do Gerenciamento de Energia, mostrado abaixo: Após dar um duplo clique no ícone a seguinte janela de diálogo aparecerá: Configurando No ítem Esquema de Energia existem 3 opções, e cada uma delas oferecendo uma faixa de tempo diferente para o esquema: Em Casa/no Escritório Portátil/Laptop e Sempre Ligado O que é um Esquema de energia ? É um conjunto de configurações que administra a utilização da energia pelo computador. Você pode também ajustar as configurações individuais de um esquema de energia. Por exemplo, dependendo do seu hardware, você tem a possibilidade de: Desativar automaticamente o monitor e as unidades de disco rígido para economizar energia. Colocar o computador em estado de espera quando ele estiver ocioso. Enquanto o computador estiver em estado de espera, o monitor e os discos rígidos serão desativados, reduzindo o consumo de energia. Quando você desejar utilizar o computador novamente, ele sairá rapidamente do estado de espera, e a sua área de trabalho será restaurada ao estado exato em que você a deixou. O estado de espera é particularmente útil para preservar a energia da bateria em computadores portáteis. Em geral, o monitor ou o disco rígido é desligado por um curto período, para economizar energia. Se você pretende se afastar do computador por um período curto, coloque o computador em estado de espera; isso deixa todo o sistema em um estado de baixo consumo de energia. Para usar o gerenciamento de energia, você deve ter um computador configurado pelo fabricante que aceite estes recursos. Para obter mais informações, consulte a documentação do computador. Recomendação Recomendamos que você deixe com a opção Sempre Ligado, pois estará realmente economizando. Depois disso, observe que o ítem "Configurações para o esquema de Energia sempre Ligado", exibirá em "Sistema de Espera" a plavra Nunca. Neste local escolha o período de inatividade que deverá transcorrer antes de seu computador entrar em "Estado de Espera". Escolha o que lhe for mais conveniente, entre Nunca, minutos e horas. Após isso escolha o período de tempo que deseja que sejam desligados seu monitor e os discos rígidos, após o computador entrar em modo de Espera.

Dez mandamentos para se defender de vírus de e-mail

Para se proteger dessas pragas virtuais, além de um bom antivírus (sempre atualizado!), é preciso ter bom senso e seguir alguns mandamentos para evitar a contaminação: 1º Mandamento Não abrirás arquivos anexos enviados por pessoas desconhecidas. Principalmente se a mensagem tratar de pornografia ou vantagens financeiras. Simplesmente apagarás a mensagem. 2º Mandamento Se não souberes do que se trata o anexo, não o abra. Mesmo que o e-mail seja de uma pessoa conhecida. 3º Mandamento Assunto e remetente também ajudam a identificar vírus. Se chegar um e-mail de alguém famoso ou com um título engraçado, cuidado: vírus à vista. Atentarás também para os e-mails sem remetente ou sem assunto. Os vermes modernos podem atacar-te ao abrir uma mensagem, sem que abras um anexo. 4º Mandamento Deletarás as correntes e e-mails indesejados (spam). Não encaminharás nem responderás a nenhum desses e-mails (_); ao pedir que um spammer tire teu endereço da lista, tu só fazes confirmar teu endereço para ele. 5º Mandamento Atualizarás sempre seu antivírus. Cerca de 200 novos vírus são descobertos todo mês. 6º Mandamento Farás backup de todos os seus arquivos, e manterás os discos atualizados para não perder informações. Assim, há como recuperar os dados caso um desastre aconteça. Se não podes (ou não queres) investir em um gravador de CDs, aproveita a queda do preço dos disquetes... :-) 7º Mandamento Só farás downloads de sites confiáveis. Caso seja necessário baixá-lo, gravarás o arquivo em um disquete e, então, passarás o antivírus. 8º Mandamento NUNCA abrirás arquivos anexos que tenham as extensões PIF ou VBS, e terás precaução redobrada com os EXE ou COM. Esses arquivos são, na verdade, rotinas que descarregam o vírus em teu computador. Apaguarás o e-mail imediatamente, mesmo que o anexo tenha outra extensão (por exemplo: nome.jpg.pif). 9º Mandamento Assim que receberes um e-mail que pareça infectado, procura avisar os remetentes dos e-mails imediatamente anteriores, para que eles chequem seus sistemas e parem de ficar enviando essas bombas virtuais! 10º Mandamento Bom senso tem atualização mais rápida que antivírus. Precaução: apagarás as mensagens estranhas e não deixarás a curiosidade te vencer. Basta pensar no trabalho que dará recuperar arquivos, perder outros, redigitar textos, formatar o disco rígido...

Cuidando de sua postura

Cuidados com a postura eliminam grande parte das dores A maneira de sentar, andar, permanecer em pé ou deitado determina não só a qualidade da postura, mas a qualidade de vida das pessoas. O modo como cada indivíduo carrega seu próprio corpo tem influência direta sobre a dor e pode comprometer a saúde como um todo. A má postura afeta a posição de alguns órgãos internos, diminui o fluxo sangüíneo e pode prejudicar até mesmo a visão, diz Lafayette Lage, especialista em quadril e medicina esportiva, diretor da Clínica Lage Ortopedia de Ponta. De acordo com o ortopedista, todas as partes do corpo ficam em equilíbrio quando se tem boa postura. Em pé, é necessário que pescoço, ombros, coluna lombar, pélvis e quadril estejam todos alinhados. Sentado, enquanto o quadril suporta o peso do corpo, os pés devem estar totalmente apoiados no chão e a coluna deve receber todo suporte do encosto da cadeira. Lage defende que desde a infância é importante aprender a ter bons hábitos posturais. Grande parte das dores na fase adulta poderia ser evitada se as pessoas assumissem uma boa postura desde crianças. É muito importante corrigir casos em que a criança se apóia em uma só perna quando em pé, ou mesmo quando brinca sentada no chão sobre as pernas dobradas, ou ainda quando dorme de bruços. Tem adolescente que debruça metade do corpo sobre a carteira enquanto copia lições da lousa. Eles precisam de ajuda. Segundo o especialista, depois de anos cultivando hábitos nocivos ao deitar, sentar, parar ou andar, ossos e cartilagens sofrem um desgaste maior e localizado, sendo comum a pessoa começar a sentir dores agudas, como se fossem pontadas ou choques elétricos nas pernas, costas, ombros ou pescoço. A má postura na fase de crescimento, que vai do nascimento aos 20 anos, chega a torcer os ossos levando a um encaixe assimétrico nas pontas dos ossos e sobrecarregando as cartilagens. Algumas vezes, este desencaixe é tão grave que chega a ser de difícil solução, levando a uma artrose (desgaste) precoce da articulação.
quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Memória RAM: Como escolher a melhor para o computador

Dicas para você poder analisar qual a memória ideal para o seu PC. No mundo da informática, é muito comum que os computadores top de linha, em questão de pouco tempo, acabem tornando-se obsoletos pelo fato de novos hardwares serem lançados com freqüência no mercado. O mesmo princípio vale para os jogos, que cada vez mais estão pedindo PCs com recursos poderosos — muitas vezes mais potentes do que a máquina da sua casa. Para tentar contornar alguns problemas da constante perda de desempenho das máquinas atuais, uma das soluções mais importantes e baratas é a compra de mais memória RAM para o computador. Desta maneira, é possível torná-lo mais veloz sem necessitar efetuar uma grande mudança. Entretanto, a tarefa de adicionar mais memória em seu sistema deve ser feita de forma cautelosa para que haja um ganho real de desempenho. Qual a melhor configuração para você? Atualmente, é incrível a quantidade de tarefas que podem ser feitas através do computador, sendo que cada uma delas necessita uma parcela específica de memória RAM. Por isso, classificamos três tipos de perfis: PCs domésticos; PCs para trabalho e PCs para gamers hardcore. PCs domésticos PCs domésticos são destinados para usuários de computadores que costumam visitar o Orkut, o Youtube , fazer trabalhos, ler emails etc. Normalmente, estas tarefas não necessitam uma grande quantidade de memória RAM instalada no sistema. Isso acontece pelo fato de que esse tipo de máquina não rodará aplicativos pesados, no máximo um Office, um navegador (Firefox, IE, Chrome) com recursos como o Flash ou um player multimídia atual (Winamp, Windows Media Player). Para o Windows Vista, 2 GB é um bom número, enquanto que para o Windows XP e Distribuições Linux, 1 GB já é suficiente na maioria dos casos. PCs para trabalho A configuração desejada para esse tipo de computador depende muito dos aplicativos instalados. Contudo, normalmente um PC de trabalho possui programas como suítes de escritório (Microsoft Office, OpenOffice), editores de Imagens (Photoshop, Gimp), editores de vídeos, aplicativos comerciais, entre outros. Numa máquina como esta, torna-se necessário garantir que estes softwares terão um bom desempenho, sem problemas como travamento. Como supracitado, a quantidade de RAM recomendada varia de acordo com os aplicativos usados, mas, no caso geral, em torno de 2 GB de RAM já são suficientes para a maioria dos sistemas operacionais atuais. Em alguns casos, como na edição de vídeos, é recomendado o uso de 4GB. PCs para Games Os novos games que estão sendo lançados no mercado, como Crysis e FallOut 3, cada vez mais apelam para efeitos gráficos de última geração, exigindo mais da máquina. Se você quer montar um computador decente, terá que desembolsar uma boa grana para garantir a jogatina. Além da memória, o PC, de uma maneira geral, assim como a placa de vídeo, deve ser o mais avançado do mercado. Em questão de números, pode-se afirmar que é necessário 4 GB de RAM para um desempenho ideal. Atingindo um novo patamar em desempenho Agora que nós já vimos os principais perfis de usuários de computador, vamos mostrar quais critérios você deve avaliar ao comprar memórias RAM. Para um ganho de desempenho do sistema de um modo geral, é possível optar por duas opções distintas: adicionar mais memória ou comprar um computador novo. Normalmente, a compra de memória adicional é recomendada para PCs que ainda não estão completamente obsoletos e que podem ter grande parte de seu hardware reaproveitado. Entretanto, para máquinas cujos recursos estão ultrapassados de uma forma geral, a melhor solução é comprar um computador novo

Dicas para manter o computador limpo e organizado

Dicas para manter o computador limpo e organizado Muitos não gostam de instalar programas para mexer em seus arquivos. Realmente, há certo risco e muitas vezes tais programas podem apagar o que não devem. Para quem gosta de saber tudo que acontece com seus arquivos, selecionamos algumas dicas para você mesmo manter tudo limpo e em ordem. Baixe programas para limpar sua máquina Confira a seguir as dicas: 1) Limpe o cache do seu navegador Os navegadores mantêm um registro de todas as páginas visitadas, chamado cache. As páginas e imagens são salvas para que quando o usuário voltar, o carregamento seja mais rápido. Entretanto, esses arquivos não servem para coisa alguma além disso, sendo, portanto, dispensáveis. Para apagar o cache no Internet Explorer, vá no menu "Ferramentas" e clique em "Opções da Internet". Em arquivos temporários, clique em "Excluir cookies" e em "Excluir arquivos", confirmando com o OK quando abrir uma janela. Caso você use o Firefox 1.5, pressione simultâneamente as teclas Ctrl, Shift e Delete. Um menu se abrirá. Deixe selecionada somente a opção "Browser History" e clique em "Clear private data now". 2) Apague arquivos .tmp Arquivos .tmp são criados por programas para uso temporário. Tais arquivos podem sempre ser apagados. Como regra geral, se é .tmp, pode ir fora. Pode acontecer de o Windows avisar que o arquivo está em uso. Neste caso, feche todos aplicativos ou reinicialize o sistema e tente novamente. 3) Remova aplicativos desnecessários na inicialização Abra o Menu Iniciar -> Executar e digite msconfig; Vá até a aba Inicializar e desmarque todos os programas que não precisam ser carregados ao ligar o computador. Cuidado para não desmarcar aplicativos importantes, como o antivírus. Remova somente aqueles que você conhece. 4) Faça uma faxina no disco rígido Abra o programa, em Menu Iniciar -> Programas -> Ferramentas do Sistema -> Limpeza de disco; Selecione todos os itens que julgar que devem ser apagados. Aproveite e remova programas que você não usa com freqüência. São necessários 300 MB de espaço livre para o Windows funcionar bem. 5) Desfragmente o seu disco rígido Se você costuma instalar e remover programas ou apagar muitos arquivos, faça uma vez por mês uma desfragmentação do disco rígido. Com essa tarefa, o HD organiza os dados no disco, facilitando a sua leitura. Para fazer a desfragmentação, vá em Menu Iniciar -> Programas -> Ferramentas do Sistema -> Desfragmentador de disco. No programa que será aberto, aperte no botão Desfragmentar. 6) Mantenha o sistema sempre atualizado Faça sempre as atualizações do Windows e mantenha os drivers de seus componentes em dia. Drivers atualizados podem ter um desempenho significativo no sistema. Para atualizar o Windows, vá no endereço http://windowsupdate.microsoft.com/. Para atualizar seus componentes, consulte a documentação e o site dos fabricantes.
quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Como prolongar a bateria do seu notebook

Aprenda pequenos truques que economizam a bateria do seu notebook. Ter um monte de “lixo” no computador não é algo muito agradável. Em um notebook, isto pode significar maior consumo de bateria o que, depois de certo tempo, pode vir a prejudicar o desempenho e rendimento da bateria. Alguns pequenos ajustes e configurações podem ser feitos a fim de prolongar a vida útil desta peça importante para o portátil. O QUE PODE SER FEITO Alterando opções de energia Para alterar as configurações de energia, acesse o Painel de Controle de seu computador e escolha a opção “Opções de Energia”. Em “Esquemas de Energia” selecione a configuração “Maximizar bateria”. Esta opção faz com que a tela do notebook seja desligada após um minuto sem uso e coloca o computador em modo de espera após dois minutos. Caso ache que é pouco tempo, altere o esquema de energia para “Portátil/Laptop”, que faz com que o PC entre em espera após cinco minutos sem uso. Escureça a tela Outra forma muito eficaz de dar uma “ajuda” para a bateria é diminuir o brilho da tela do notebook. A maioria dos notebooks traz teclas de atalho no próprio teclado, mas como cada fabricante possui uma forma diferente de alterar tal configuração, talvez você precise consultar o manual da fábrica para saber como modificar esta opção. Não é necessário deixar a tela totalmente escura, diminua até um nível que achar suportável. Wireless, USB e PC Cards A maioria dos notebooks possui placas wireless, mas poucos usuários sabem que tais placas são devoradoras de bateria quando estão procurando redes de acesso. Por isso, ative o dispositivo apenas quando necessário. Dispositivos USB e PC Cards também costumam consumir muita energia, assim, deixe-os conectados ao notebook apenas se estiver realmente usando. Programas que inicializam com o Sistema Operacional Cuidado com a quantidade de programas que inicializam com o Sistema Operacional. Todo aplicativo que é aberto exige processamento o que, por conseqüência, precisa de energia para acontecer. Assim, quanto mais programas iniciarem com o Sistema Operacional, mais processamento vai ser necessário, mais energia é consumida. Alguns programas como Startup Control Panel, StartRight, Shock StartUp e o próprio Revo Uninstaller permite gerenciar os aplicativos que são abertos assim que seu computador liga. Os programas são simples, e qualquer usuário pode usá-los sem medo. Em Espera x Hibernação Muitas pessoas não sabem a diferença entre os modos “Em Espera” e “Hibernação” dos computadores. A diferença é pequena, mas existe. Quando você coloca o computador em modo de espera, ele simplesmente desliga a tela e o disco rígido, mas o que está presente na memória sempre fica consumindo um pouco de energia. Já quando o computador “hiberna”, os dados que estão na memória são gravados em um espaço temporário do disco e o PC é totalmente desligado. Claro que voltar do modo de espera é mais rápido, mas se a bateria acabar enquanto a máquina estiver em modo de hibernação, os dados que não foram salvos são recuperados, enquanto que no outro modo eles são perdidos. Para colocar o computador em modo de hibernação, clique em “Iniciar” e logo em “Desligar”. Na pequena janela que aparecer, pressione a tecla Shift do teclado e veja se a opção “Em Espera” muda para “Hibernar”. Caso isso não aconteça, acesse o Painel de Controles e clique novamente em “Opções de Energia”. Em seguida, escolha a aba “Hibernação” e marque a opção “Ativar Hibernação”. Clique em “Ok” e pronto.
sábado, 15 de novembro de 2008

Como deixar a conexão com a Internet ADSL mais rápida

O Windows deixa ativo por padrão nas conexões ADSL autenticadas os protocolos IPv6 e Agendador de pacotes de serviços. Especialmente no Windows Vista, vários segundos são perdidos naquela mensagem “Registrando o computador na rede”, ao fazer uma conexão. Desativar estes dois itens permite que a conexão seja feita de forma instantânea, em um ou dois segundos, dependendo apenas da velocidade da rede no momento e do seu provedor. Faça isso: localize a conexão, em conexões de rede no painel de controle ou no menu Iniciar. Clique no ícone dela com o botão direito do mouse, e escolha Propriedades. Vá para a aba Rede. Desmarque os itens “Protocolo TCP/IP Versão 6 (TCP/IPv6)” e “Agendador de pacotes de serviço”. Dê OK, a seguir desconecte (caso esteja conectado) e reconecte novamente. Você verá a diferença! Caso não funcione, devido seu provedor exigir ou usar o IPv6 ou outra coisa, então desfaça a configuração, marcando novamente os itens que você desmarcou. Cuidado: não desmarque o IPv4.

Abra qualquer programa pelo teclado

Você sabia que pode abrir programas desejados com uma combinação personalizada, algo como CTRL + ALT + alguma coisa? Fácil. No menu Iniciar, localize o programa desejado. Clique nele com o botão direito, escolha Propriedades. Na tela das propriedades tem várias abas, clique na aba Atalho, geralmente a segunda. Ela tem alguns poucos campos, um deles é Tecla de atalho. Clique nesse campo, e tecle alguma coisa. Por padrão o Windows (pelo menos o Vista, onde testei a dica) criaria um atalho começando com CTRL + ALT. Você pode trocar por SHIFT + ALT ou CTRL + SHIFT, teclando a combinação desejada. Cuidado para não escolher um atalho já atribuído a outro programa. Ao salvar (Aplicar ou OK) o atalho já deverá funcionar, assim você pode abrir o programa sem precisar abrir o menu! Para remover o atalho, volte nesse campo e tecle Del.

Limpe o histórico do Windows Media Player

O Windows Media Player costuma salvar o histórico dos arquivos vistos, configuração independente para cada usuário do Windows. Porém se outra pessoa for usar o computador sem trocar de conta de usuário, poderá ver os vídeos que você tem visto (vai que são aqueles bem comprometedores, hehe). Uma forma de limpar o histórico do Media Player apenas é ir nas opções, aba Privacidade. Para abrir as opções, tecle Alt, para que apareça o menu, e então clique em Ferramentas > Opções. Na aba Privacidade, clique no botão Limpar histórico e Limpar cache. Desmarcando a caixinha “Salvar arquivo e histórico da URL no Player” você se livra desse histórico.

Proteja suas informações bancárias!

Saiba como acessar suas contas de banco de forma segura Pensando em aderir à onda virtual e em começar a acessar sites de bancos, lojas e outros serviços, mas teme pela segurança da sua conta e do seu cartão de crédito? Então confira o que você deve — ou não — fazer para que tudo corra bem. As seguintes dicas são mais focadas ao acesso de sites de bancos (em especial ao Banco do Brasil), no entanto podem ser aplicadas para quaisquer outros que envolvam operações financeiras e trocas de dados pessoais. O básico: Antivírus O mercado está repleto deles e se você não puder pagar por uma licença de um Norton, por exemplo, fique tranqüilo: existem muitos outros gratuitos, extremamente leves e que oferecem um elevado nível de proteção. Proteja suas informações bancárias!Por Igor Pankiewicz terça-feira, 11 de novembro de 2008 Saiba como acessar suas contas de banco de forma segura. Pensando em aderir à onda virtual e em começar a acessar sites de bancos, lojas e outros serviços, mas teme pela segurança da sua conta e do seu cartão de crédito? Então confira o que você deve — ou não — fazer para que tudo corra bem. As seguintes dicas são mais focadas ao acesso de sites de bancos (em especial ao Banco do Brasil), no entanto podem ser aplicadas para quaisquer outros que envolvam operações financeiras e trocas de dados pessoais — caso das grandes lojas virtuais, como Mercado Livre, Buscapé, Americanas.com e Submarino. O básico: Antivírus O mercado está repleto deles e se você não puder pagar por uma licença de um Norton, por exemplo, fique tranqüilo: existem muitos outros gratuitos, extremamente leves e que oferecem um elevado nível de proteção. Bons exemplos de alternativas são o Avira, Avast e AVG, populares entre os usuários do Baixaki. Com algum deles instalado no seu computador, verifique se: 1. A proteção residente (ou ativa) está ligada para verificar constantemente os arquivos executados. 2. O antivírus está devidamente registrado com a central de segurança do Windows (essa informação pode ser conferida através do Menu Iniciar, Painel de controle, Central de Segurança). Registrando sua senha Antes de obter acesso à sua conta, alguns dos bancos requerem que você registre senhas de entrada e também o seu computador (para transações financeiras) através de códigos específicos. Eles podem ser cadastrados por caixas eletrônicos ou ainda com o auxílio dos atendentes nas agências. Caso tenha dúvidas com relação ao procedimento, entre em contato pelo telefone ou dirija-se à agência mais próxima. Apenas de locais confiáveis Se o seu computador de casa já pode oferecer ameaças à sua segurança — devido ao acesso constante de Internet, download de arquivos suspeitos, links espiões em redes sociais e e-mails com vírus — imagine uma máquina de acesso público! Portanto, se proteja. Evite ao máximo acessar as suas contas de bancos em LAN Houses, CyberCafés e outros locais, nos quais mais de uma pessoa tem acesso ao computador em questão. O perigo da caixa de entrada – Phishing parte I A não ser quando solicitados, os bancos nunca enviarão e-mails a respeito de informações cadastrais. Se receber algum requisitando atualizações de senhas (ou de qualquer outra natureza), apague-o imediatamente e entre em contato com o banco. De uma forma geral, estas mensagens são enviadas por hackers e ladrões. É justamente através de mensagens falsas e páginas clonadas (conforme descritas abaixo) que a maioria dos golpes ganha forma. A modalidade é conhecida como Phishing, vindo diretamente da palavra “Fish” — pescar, em inglês — e aplicando o conceito de “pescar” informações dos usuários, tais como senhas e informações confidenciais. Confira a barra de endereços do navegador – Phishing parte II Ao entrar no site, digite sempre o endereço padrão da página, como www.bb.com.br, para o Banco do Brasil. É comum que você seja direcionado a páginas internas com terminação diferente, no entanto, o endereço principal deve sempre seguir padrões similares ao original. Novamente, alterações maiores podem significar que o site não é original, constituindo outra modalidade de Phishing. Vale ressaltar que alguns navegadores, como o Internet Explorer mais recente, já possuem filtros especializados em detectar tais fraudes. Outra dica essencial: quando você digitar seu número de conta e agência e passar para a próxima tela, um cadeado aparecerá na barra de status do navegador ou logo ao lado do endereço e o HTTP:// se transformará em HTTPS://, significando que há um protocolo de segurança em ação. De olho no teclado virtual Como medida preventiva, todos os bancos utilizam teclados virtuais (baseados em Java, lembre-se de instalá-lo!) para a digitação de senhas. Eles possuem ajustes de contraste e podem, inclusive, mudar aleatoriamente a cada seleção. Este procedimento é crucial para evitar que algum programa espião (Spyware) colete seus dados durante a digitação e reforça a sua segurança. Caso suspeite de algo, experimente minimizar a janela do navegador, se o teclado permanecer na tela é porque ele não pertence ao sistema do site! Feche seu navegador imediatamente e verifique os programas que estão rodando pressionando as teclas Ctrl+Alt+Delete. Finalizando o procedimento Sempre que acabar de verificar suas informações ou que completar as transações e desejar sair da página do banco, não clique diretamente sobre o botão “Fechar”, da janela do navegador. Busque sempre a opção “Sair”, dentro da página. Ela funciona exatamente como a opção “Logoff” no Windows, ou em sites de e-mails, quebrando completamente o seu acesso ao site. Desta forma ninguém poderá restaurar a janela do navegador e obter, acidentalmente, acesso aos seus dados. As principais dicas são estas. Com um pouco de cautela com relação aos sites que você acessa e ao conteúdo que você baixa e instala na sua máquina, dificilmente problemas surgirão com o acesso da sua conta de banco. E vale lembrar: nunca clique em links de natureza suspeita, principalmente com terminações “.exe”, em sites de redes sociais — como Orkut e Gazzag — ou em programas de conversa, como o MSN.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Página Inicial

CONTADOR OFICIAL

Histats